Valentes Fazedores de Chuva RS

O desafio foi lançado. Lendo os relatos sobre os passeios com destino as prefeituras, veio o desejo de conhecer nosso estado. Conversando coma Dª Ingrid, percebemos que quase nao conhecemos o interior do Rio Grande do Sul. Chegou a hora. Nosso desafio para 2013 será visitar os 496 municipios do estado. Em breve postaremos os preparativos e propostas. Nossa Heritage 2008 já esta pronta par a o inicio.

Como inicio do nosso sonho de conhecer todos os municipios do Rio Grande do Sul, escolhemos começar pelo sul, a chamada costa doce. Esta regiao é banhada pela lagoa do Patos e confesso que nossa opção foi depois da analise meteorologica. No dia anterior decidimos iniciar o nosso projeto de imediato. Olhando o mapa, e acompanhando a meteorologia, optamos pelo sul. A previsao era tempo bom nos proximos dias, ao contrario da regiao norte, nordeste. a frente fria estava passando sobre o Rio Grande e prometia chuva para estes setores. Logo, proa Sul! Saímos de Porto Alegre dia 29/12 as 09:00. Temperatura boa, parcialmente encoberto

Encontramos umas pancadas de chuva, com céu bem encoberto. Paramos num lugar abrigado para colocar as capas. Mais duas motos encostaram, aguardando melhorias. Saímos agora abrigados e um pouco depois já tínhamos sol pela proa. Nova parada para tirar as capas, água para hidratar e seguir viagem. Primeira parada foi em Barra do Ribeiro. O município foi criado em 1959, com inicio do povoamento em 1800. Localizada às margens do Lago Guaíba, Barra do Ribeiro é uma cidade pequena e animada, onde as atrações típicas da cultura gaúcha convivem lado a lado com os esportes náuticos e com um ecossistema único, característico de uma das maiores bacias hidrográficas do país. (Wikipédia ). Parada rápida para questionar a localização da prefeitura. Primeiras fotos e começaram os desafios. Como não levamos o tripé, só nos restava aguardar a passagem de uma alma caridosa para ajudar.

Saímos para Tapes, próxima parada. Voltamos a BR116. Como era sábado, final de ano, estava bem movimentada. Durante todo o tempo encontramos vários caminhões, nos dois sentidos, dificultado as ultrapassagens. Cruzamos também com varias “bigtrails”, viajando solo. Tapes é mais uma cidade as margens da Lagoa dos Patos. Começou a virar rotina: entrada na cidade, pergunta a algum ” vivente” onde fica a prefeitura. Prefeitura achada, foto tirada! Na saída de Tapes, perguntamos a possibilidade de seguirmos na estrada direta, mais próxima a Lagoa, para Arambaré. Como resposta: moço, até ônibus atolou esta semana. Devido a frente fria dos últimos dias, acompanhada se chuvas fortes, a estrada ficava intransitável. Pelo menos não fiquei confortável de expor a Dona Carona e a “Negrona” , nossa Harley Davidson Heritage nesta empreitada. Não é moto para este piso.Vai ficar para a próxima oportunidade a visita as cidades mais para o oeste neste trecho. Em Camaquã gastamos um pouco mais de tempo, pois a cidade bem maior, levando mais tempo para localizar a prefeitura. No caminho para Arambaré, um grata surpresa: uma estrada nova, ainda em final de construção, sem sinalização, mas muito lisa, o ideal para as motos custom.

Camaquã

Chegamos a Camaquã. Cidade já bema maior que as anteriores, tornando a procura da prefeitura um pouco mais demorada.

Arambaré inicialmente chamava-se “Barra do Velhaco”, por estar situada na Foz do Arroio Velhaco. Em 1938 passou a denominar-se “Paraguassu” e, em 1945, adotou o nome de “Arambaré”, que quer dizer “o sacerdote que espalha luz”. Nesta localidade, conhecida desde os tempos coloniais de 1714, moravam índios com costumes especiais – pescadores e comerciantes de peles que tinham mãos e pés bem desenvolvidos. (Wikipédia)
Estrada não muito boa até a cidade, que é muito bonita. A parte curiosa foi a travessia da velha ponte com piso de madeira.

São Lourenço do Sul

De colonização alemã, é uma das mais belas cidades da chamada Costa Doce (devido às lagoas de água doce da região). Além da agricultura e da pesca, possui forte vocação turística, apoiada por uma boa infra-estrutura de hotéis, pousadas, cabanas e campings para os veranistas que vêm de diversos lugares do Brasil. Ao turista que queira conhecer um pouco do interior do município há o Caminho Pomerano, opção para que gosta da zona rural e conhecer a etnia da qual descendem boa parte dos moradores de São Lourenço do Sul. (Wikipédia)

No caminho, ao pararmos para um lanche, a parte legal das viagens de moto: estacionaram ao lado da Negrona 2 motos. Um casal numa Vstrom, vindo de São Paulo, indo para Buenos Aires. O outro casal, numa Shadow, vindo de Caxias do Sul para Rio Grande, praia do Cassino, onde passariam o ano novo. Bate papo, troca de informações, papo gostoso. Coisa impensável de acontecer para a turma que viaja de carro

Turuçu é, em âmbito nacional, reconhecida como a “Capital nacional da pimenta vermelha”, levando-se em consideração o expressivo número de produtores desta iguaria que havia concentrados nesta região a alguns anos atrás. Hoje o número de produtores de pimenta se restringe a pouco mais de 20. (Wikipédia)
É uma pequena cidade junto a BR116. Como a prefeitura mudou para um novo prédio, não havia nada sinalizando, somente a placa.

Pelotas:
Pelotas é um município brasileiro da região sul do estado do Rio Grande do Sul. Considerado uma das capitais regionais do Brasil, possui uma população de 327.778 habitantes e é a terceira cidade mais populosa do estado. (Wikipédia)

Chegamos ao nosso destino de pernoite no primeiro dia. A intenção era pernoitarmos em Rio Grande. Como não havíamos feito reserva em hotel e a data (final de semana anterior ao ano novo), não achamos vaga na cidade. Sem problema. Ficamos na praia do Laranjal, balneário junto a Pelotas, na costa da lagoa dos Patos. Muito bem frequentado e bonita, foi uma agradável surpresa. Depois de um dia cheio, com 10 horas de viagem, nada mais justo que uma janta agradável, num lugar muito bonito e comida excelente: entrecot uruguaio e batata suiça com queijo.

Resumo do primeiro dia:

398 km / total: 398 km

Rodamos 480 km neste primeiro dia, contando com os passeio nas cidades e em especial na Praia do Laranjal.

CIMG3030 CIMG3032 CIMG3039 CIMG3046 CIMG3047 CIMG3049 CIMG3050 CIMG3065 CIMG3067 CIMG3068 CIMG3074 CIMG3080 CIMG3083 CIMG3084 CIMG3089 CIMG3090 CIMG3094 CIMG3095 CIMG3098 CIMG3101 CIMG3102 CIMG3103 CIMG3104 CIMG3109 CIMG3112 CIMG3114 CIMG3120 CIMG3121 CIMG3128 CIMG3130 CIMG3131 CIMG3132 CIMG3133 CIMG3135 CIMG3137                       IMG_0565 Screen Shot 2012-12-30 at 22.31.39
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s